Artista visual, acadêmica, engenheira mecânica, cantora e compositora. Ah, (super) criadora de conteúdo também! Essa junção (quase inacreditável) de talentos só poderia resultar em uma coisa: a incrível e disruptiva Malfeitona.

Malfe, que se tornou popular por suas ilustrações e tatuagens singulares e fomentou discussões sobre o que é arte e padrões de beleza impostos, conquistou, também, os alto-falantes (e corações) da folia soteropolitana com “Roqueira no Paredão”, música de trabalho que ficou em 4° lugar na votação de música do carnaval de 2022.

Nas redes sociais, sua entrega de conteúdos singulares, inventivos, críticos e 100% autênticos a transformam num cometa criativo: avassaladora e impossível de ser ignorada.
Bora mergulhar na tropical darkzera?